9 coisas | Sobre viver em temperaturas negativas

02:59 Lidia Correia 4 Comments



Sim, são 9... não é um número redondo, não é enfadonho e é o meu número favorito!
Sempre fui friorenta, é um facto, mas desde que vim para a Polónia percebi que o frio de Portugal é para meninos.
Para quem já está habituado é peanuts mas para quem nunca sentiu tanto frio na vida, há pequenas coisinhas e pequenos hábitos que obrigatoriamente mudam.
Para quem nunca lidou  com esta realidade, ficam algumas dicas, para quem já lida com isso, vai-se sentir familiarizado


1- Uma lufada de ar fresco nunca mais terá o mesmo significado

Sim, está frio. Sim, eu estou farta de saber que está frio.
Mesmo assim, acabo sempre supreendida e a fazer comentários mainstream sobre o frio que está...certinho como o destino.
Nunca estou suficientemente preparada psicologicamente para a trombada de ar frio que levo logo nos primeiros milésimos de segundo que me atrevo a pôr os pés fora da porta. Sim, ainda não...

2- Meias, meias, meias

Sempre tive tendência para ter os pés frios, por isso, meias nunca são demais!
Miúda dos 3 pares de meias? Presente!

3- Gelo, seu falsiane....

Quem nunca se riu a ver vídeos de pessoas no cai-não cai no gelo? Ah pois!
O karma não perdoa, e o gelo também não. É preciso ter-se mesmo muito cuidado onde se põe os pés e é bastante fácil dar uma queda das feias.
Não, (ainda) não caí. Sim, quase, quase que aconteceu. E não, não há videos disso!
João: não te estou a tentar dar ideias. Não compres essa guerra comigo.


4- Tira-casaco , veste-casaco

Os edíficios são, felizmente, quentinhos, até uma pessoa friorenta como eu anda confortavelmente de t-shirt em casa, por exemplo. Isso é ótimo certo? Óbvio.
No entanto, a passagem do interior para exterior e do exterior para o interior acarreta todo um ritual que deve ser meticulosamente seguido, exactamente por esta ordem: tira-luvas, tira-gorro, tira-casaco, tira-camisola, veste camisola, veste casaco, veste gorro, veste luvas.
Ao fim de uns dias habituamo-nos, mas nos primeiros parece que somos a personagem principal da cena do karate kid... tira casaco, veste casaco, tira casaco, veste casaco....




5- Óculos e as diferenças de temperatura

Se usares óculos ainda há agravante de ter que fazer o ritual do tira-casaco, veste casasco com os óculos embaciados tornas-te, portanto, numa cebola desorientada com campo de visão limitado.

6- Mãos frias, coração quente - Mãos quentes...

 A temperatura das mãos chegam a um ponto que estão tão frias que começam a aquecer, é um processo doloroso e demorado e aposto que há uma explicação muito simples e cheia de factos científicos sobre o porquê que isso acontece . Cá para mim, o frio parte-me o coração, e as mãos começam passar de frias para quentes, no sentido inverso do dito popular. Faz sentido?  Deixem a criança ser feliz, vá.

7- Neve, neve, neve

Para quem só viu e esteve uma vez ou duas na neve, ver a nevar no dia-a-dia é algo mágico.
Sempre gostei de ver a chuva a cair, mas ver a neve é mil vezes mais bonito e relaxante. Tem ainda a vantagem de não ser tão incómodo andar na rua enquanto neva como quando chove.
22 anos a evitar guarda-chuvas and still counting!



8- Pingo no nariz

Ainda da série - transições do exterior para o interior: caramba, é que é inevitável que o maroto do pingo no nariz surja quando vou de um sítio muito frio para um muito quente,.andar sempre com um pacote de lenços nos bolsos e na mochila passou a ser (ainda mais) fundamental.
(sim, estou mesmo a falar de ranhoca, eu sei que não é bonito mas toda a gente tem)

9- Casaco e botas: os  fiéis melhores amigos

Um bom casaco e umas botas são essenciais para estas temperaturas... Tenho vários casacos e vários pares de botas, mas dou por mim sempre a escolher o mesmo casaco e as mesmas botas quando sei que o frio vai apertar, mesmo parecendo que estou sempre vestida de igual. É quando o frio aperta que se percebe quais são as peças que realmente valem a pena, e que às vezes mais vale qualidade que quantidade.



Agora, que já estava pró nisto de andar no frio, as temperaturas vão aumentar e vão chegar aos 12º (positivos) ainda este mês... A Primavera já está a querer espreitar e está na altura de riscar da bucket list as coisas que ainda quero fazer com neve.

















4 comentários:

  1. Olá
    Eu moro na Holanda e sei bem como é o frio.
    A vantagem que tenho em relação a si é que a Holanda consegue ser mais quente que a Polónia, mas conheço relativamente esse país,porque trabalho com imensos polacos. Ainda não tive a oportunidade de lá ir,mas espero faze-lo em breve.
    Acaba-se por habituar ao frio, e concordo que a neve e mais bonita, relaxante. Beijinhos
    Se quiser visitar o meu blog
    www.opecadodagula.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa os primeiros dias, depois uma pessoa habitua-se é verdade!
      E concordo que deve visitar a Polónia em breve :)
      Um grande beijinho e concerteza que vou dar uma checkada no seu blog... Não fosse a gula o meu maior pecado!

      Eliminar
  2. Olá! Olha, eu estou a gostar muito do teu blog, gosto da maneira simples como escreves e apresentas as coisas.
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar