EVS | O que é EVS?

07:35 Lidia Correia 4 Comments

Créditos- João Miller
Cada vez mais conhecido, mas ainda nem tanto, o European Voluntary Service é um programa financiado pela Comissão Europeia que permite jovens entre os 17 e os 30 anos fazer um projeto de voluntário, noutro país, que não o seu país de residência.


Existem imensos projetos,tanto no campo de cultura e arte, actividades com crianças, jovens ou séniores, desporto, actividades lúdicas, ambiente, entre tantos outros.
É, portanto, relativamente fácil encontrar um projeto de interesse e que vá de acordo com as aptidões que se tem e/ ou que se desejam adquirir.
Estão excluídas intervenções de alto risco, como é o caso de assistência imediata em caso de catástrofe, ou em situações de imediato pós-crise.
Relativamente à duração, o projeto pode ter até 12 meses, existem projetos de curta, média e longa duração.


A estadia, alimentação, deslocações do voluntário são financiadas.
O voluntário, terá também uma quantia dinheiro (mensal) ou pocket money, e  terá liberdade de usar como quiser ( o valor é fixado pela Comissão Europeia e varia de país para país).
Porém, é necessário ter em conta, que enquanto voluntário, o dinheiro fornecido não é, de todo, com o objetivo de pagar os serviços e atividades realizadas, mas sim, fornecer as melhores condições possíveis de sobrevivência e assegurar o seu bem-estar físico e psicológico.

Obrigada Unplash por forneceres cheats para posts gigantes

O local de alojamento e formas de pagamento são também variáveis, de acordo com o país e projeto que o voluntário está inserido - é por isso importante, que o candidato se informe devidamente sobre todos estes factores junto das associações ou organizações envolvidas no projeto.
Um projeto EVS envolve uma parceria entre o voluntário, a organização de envio (no país do voluntário) e a organização de acolhimento (no país em que o projeto irá realizar-se) e ambas têm responsabilidades, desde preparação, formação e acompanhamento de todo o projeto.

Existem várias associações em Portugal a trabalhar com este programa.
A ProAtlântico é uma dessas associações, e é também, a associação de envio associada ao meu EVS.

No final do projeto, o voluntário terá direito a receber um Youthpass, que corresponde a uma espécie de certificado onde estão descritos todos os projetos e atividades que o voluntário esteve inserido, assim como as competências adquiridas e desenvolvidas.
Este é, definitivamente, uma ótima alternativa para quem quer conhecer o mundo, aprender novas línguas e experienciar novas culturas.



Ok, sou uma dessas pessoas! O que tenho que fazer?


Acede ao site da ProAtlÂntico (ou de outra associação que trabalhe com o programa) , lá terás uma lista de projetos, com o país, duração, e data de início. Na maioria dos projetos só será necessário enviar o teu currículo e carta de motivação,em inglês, mas está atento se necessitas de responder a algum inquérito específico ao projeto que te estás a inserir (não te preocupes, se for o caso estará especificado nas informações do projeto).
No site da Proatlântico tens ainda alguns modelos de cartas de motivação e de curriculos para te ajudar.
Depois de feita a candidatura só tens que esperar que te contactem.


Se precisares de mais alguma informação ou de um empurrãozinho para aquilo que pode ser a aventura da tua vida, não hesites em falar comigo e podes sempre ler alguns testemunhos de quem já fez EVS.

Vai que é teu!!

Está oficialmente inaugurada a categoria EVS do Calidioscópio.

4 comentários:

  1. Fazer voluntariado internacional está mesmo no top da minha lista de coisas a fazer!:)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que custa é decidir-mos ir, depois é canja! Vai que é teu! :D

      Eliminar